Se você está pensando em adotar ou já adotou um pet com necessidade especial, então este post é pra você! 

Animais com deficiência precisam de amor e cuidados, tanto quanto aqueles que não possuem condições especiais.  

Contudo, para eles, encontrar um lar é uma tarefa mais difícil, especialmente pela falta de informação. 

Grande parte das pessoas ainda prefere filhotinhos e animais em perfeitas condições físicas. No entanto, tutores que deixam o receio de lado e colocam em suas vidas um pet com necessidade especial, não se arrependem da escolha. 

Por que? Simples: porque eles não são especiais apenas fisicamente. Ao contrário, sua capacidade de doação beira o infinito. 

Continue lendo e saiba mais! 

Adotar um pet com necessidade especial deve ser uma decisão consciente 

Antes de mais nada, é compreensível que muitas pessoas não se sintam suficientemente à vontade para ter um cãozinho ou um gatinho com deficiência. 

E é mesmo muito importante fazer essa reflexão, afinal, estamos falando de um ser vivo e não de um objeto que pode ser devolvido facilmente, caso não atenda as especificações do consumidor. 

Em outras palavras, adotar um pet com necessidade especial – ou mesmo sem essas características – deve ser uma decisão bem pensada. Entre outros itens considere: 

  • Se você e as pessoas de sua família terão tempo para dar a atenção necessária ao animal; 
  • Como preparar sua casa para que um animal especial possa viver bem; 
  • No caso de crianças, elas precisam entender as condições e aprender a lidar com eles, sem gerar desconforto.  Por outro lado, se tiverem idade para ajudar nos cuidados e atenção, devem ser preparadas para isso; 
  • Os recursos necessários para cuidar do bem-estar do pet com necessidade especial, entre eles: veterinário, alimentação, vacina, acessórios, dispositivos, etc.; 
  • Que é preciso proporcionar atividade física, ou seja, inclua essa atividade em sua agenda; 
  • Finalmente, fechando essas dicas principais, se você costuma viajar, é preciso alguém de confiança para os cuidados com o pet. 

Saiba como escolher o pet ideal para você 

Se você avaliou todos os itens acima e, por fim, decidiu adotar um pet com necessidade especial, avalie alguns pontos importantes para escolher o amigo que vai alegrar sua casa. 

Durante o processo, contudo, faça perguntas ao responsável pela adoção, converse com sua família e só, então, decida! 

  1. Avalie seu estilo de vida

Primeiramente avalie o nível de energia e a dinâmica de sua família. Essa avaliação ajudará a conciliar a rotina familiar com as necessidades do animal. 

Se o pet for bem dinâmico, por exemplo, é importante ter tutores dispostos a ajudá-lo a gastar essa energia 

Filhotes, mesmo com deficiências, são mais agitados e estão sempre explorando o ambiente. Ou seja, é preciso ter disposição, física e de tempo, para acompanhar esse ritmo e preservar a saúde e bem-estar do pet com necessidade especial. 

Já adultos, a partir de 3 anos, costumam ser mais tranquilos e já têm seu ritmo definido – podendo ser mais ou menos calmo. 

Sendo assim, a idade é um fator a ser avaliado na hora da adoção. 

  1. Pense em seus planos futuros

Cães e gatos podem viver até 15 ou 20 anos. Além do mais, passam por diversas etapas em suas vidas, cada uma delas com características próprias. 

Nesse sentido, é comum que, à medida que envelhecem, precisem de mais cuidados para terem qualidade de vida. 

Então, antes de levar o pet com necessidade especial para sua família, pense que ele precisará se integrar a todas as mudanças que ocorrem em sua vida.  

Vai mudar de cidade ou decidiu ter um filho? Seu novo trabalho exige carga horária maior? 

Enfim, avalie como seu amigo se encaixa nos novos planos. Adotar um ser vivo é compromisso duradouro, acima de tudo quando eles dependem de você para viverem com dignidade e amor – até o seu último suspiro! 

  1. Tenha um plano B

Claro que você quer a companhia de seu pet com necessidade especial sempre. Todavia, existem situações em que, realmente, não será possível cuidar dele – como doença ou problemas financeiros severos, por exemplo. 

Por isso, tenha um plano B para imprevistos realmente graves. Um familiar, uma organização especializada, enfim, uma garantia de que seu animal não ficará desamparado. 

Definitivamente, esse cuidado vai te dar muito mais tranquilidade! 

Você e seu pet com necessidade especial: que união feliz! 

Para você que entendeu que um animal com algumas limitações, também é maravilhoso, vale a pena alguns últimos esclarecimentos. 

Primeiramente, nem toda patologia é muito limitante. Além disso, os pets se adaptam muito bem às suas limitações, desde que o tutor garanta os cuidados básicos para o conforto e o bem-estar do peludo.  

Por fim, vale ressaltar que, com o avanço da tecnologia e o desenvolvimento de novos medicamentos e dispositivos, está cada vez mais fácil proporcionar conforto e qualidade de vida ao pet com necessidade especial.  

Pineal 3D, por exemplo, se dedica a desenvolver projetos que se adequam às condições físicas de cada animal deficiente.  

Fazendo uso da moderna impressão 3D, cadeirinhas de roda e próteses devolvem a liberdade e alegria a pets com necessidade especial 

Isso porque cada detalhe do projeto é desenvolvido e acompanhado por profissionais especializados em anatomia animal. 

Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe nosso Blog! 

Como solicitar biomodelos na Pineal Tecnologias 3D

Como solicitar biomodelos na Pineal Tecnologias 3D

Com a invenção e maior popularização do que é e como funciona a impressão 3D, esta tecnologia auxiliou em diversos segmentos do mercado, e um deles foi a medicina veterinária.

Com a percepção de diversos pesquisadores sobre como as tomografias e as ressonâncias magnéticas digitais poderiam ser projetadas tridimensionalmente, permitindo uma análise dos exames muito mais aprofundada, a reconstrução e, posteriormente, a impressão 3D tornaram-se realidade. A partir disso, houve a possibilidade da impressão de biomodelos, que são peças físicas das partes da anatomia do indivíduo que serão utilizadas para modelagem da prótese, órtese ou cadeira de rodas.

Pela impressão do biomodelo reproduzir fielmente e milimetricamente a anatomia desejada, esse modelo permite que cada caso seja entendido com maior facilidade pelo médico veterinário e, consequentemente, seja realizado o tratamento mais adequado e personalizado.

Além disso, os biomodelos facilitam:

  • a comunicação entre o médico e o tutor do animal pela materialização da região de interesse;
  • a estimativa do tempo de cirurgia, caso esta seja necessária;
  • o planejamento cirúrgico;
  • a previsão do tamanho de cortes, placas e/ou parafusos;
  • entendimento e didática em palestras, cursos e/ou estudos anatômicos.

Para os médicos veterinários, tutores e/ou universitários que buscam biomodelos, basta contatar a Pineal Tecnologias 3D com as imagens da tomografia computadorizada e/ou ressonância magnética em formato DICOM em mãos para, a partir dela, ser feita a reconstrução 3D via software.

Para saber um pouco mais sobre este processo, acesse este link e assista a Nathalia Castro, CTO da Pineal 3D.

SRD Nala com Prótese no Membro Posterior

SRD Nala com Prótese no Membro Posterior

Curiosidade: já houve uma petição para que o vira-lata caramelo substituísse a arara-vermelha-grande presente na cédula de 10 reais. Com a criação da cédula de 200 reais, houveram outras tentativas, mas ela acabou sendo estampada com a imagem do lobo-guará.

O vira-lata caramelo é um símbolo do Brasil. O que foi constatado foi que seus ancestrais foram trazidos de Portugal na época da colonização e, após mais de 500 anos de miscigenação, originou-se o cãozinho que conhecemos hoje. Segundo um levantamento realizado pelo Instituto Qualibest, em 2017, os cães sem raça definida correspondem a 41% do total de cachorros de estimação, sendo muitos deles caramelo.

A Nala, esta linda SRD caramelo, possui o membro posterior direito amputado, o que causa a necessidade do uso de uma prótese para conservar sua qualidade de vida. Por isso, sua tutora, Deborah, nos contatou para criar esta peça.

A partir da utilização de um programa de molde 3D para computador, desenvolvemos um protótipo para avaliar a sua caminhada e a necessidade de ajustes. Além disso, outro fator importante para voltar a utilizar o membro de maneira correta e extrair todos os seus benefícios, é a realização de sessões de fisioterapia.

A fisioterapia é essencial no processo de adaptação do animal à sua prótese. Apesar dela ser feita sob medida em todos os casos, o corpo ainda não entende a presença daquele objeto e pode gerar um andar incorreto, prejudicando a coluna vertebral e, consequentemente, a postura e mobilidade do animal, causando outras preocupações.

Após o teste da prótese pelo animal, houveram alguns ajustes necessários para que ela se encaixasse perfeitamente em seu coto. A tutora escolheu o vermelho como cor principal – o que, particularmente, combina muito a cor da pelagem da Nala!

Confira abaixo os vídeos de sua sessão de fisioterapia e sua felicidade em caminhar novamente e brincar com os amigos caninos!

Boxer Potter com Cadeira de Rodas Custom

Boxer Potter com Cadeira de Rodas Custom

Curiosidade: o boxer é o maior cão braquicefálico! Assim como o pug e o buldogue, o boxer tem o focinho curto e, mesmo que tenha porte médio, eles são cães ideais para ambientes internos.

O Boxer como conhecemos atualmente só nasceu na década de 1830, quando o cruzamento de cães das raças Mastiff, Terrier e Bulldog se iniciou . Porém, ele só ficou conhecido na Europa no final do século XIX e na América do Norte em 1903, quando foi exportado.

Ele recebeu este nome por conta de seu porte alto e robusto, a agilidade para enfrentar seu adversário e por ter o hábito de utilizar as patas da frente quando está brigando, o que se assemelha, comicamente, a um lutador de boxe. Apesar destes aspectos, quando este cão cria uma relação de afeto e confiança com seu dono, as características que se destacam são as de proteção, lealdade e muita força e coragem para defendê-lo.

A tutora do Potter, Renata, nos contatou para a elaboração de uma cadeira de rodas que suprisse os movimentos que ele está progressivamente perdendo por conta de uma doença, a Mielopatia Degenerativa.

Esta é uma doença neurológica que atinge a medula espinhal do animal, causando a perda progressiva dos movimentos dos membros pélvicos. O que se sabe até hoje, é que os pacientes acometidos possuem uma mutação genética ligada aos neurônios e que ocorre espontaneamente em cães adultos e de porte grande, podendo ser comparada – para título de entendimento – à Esclerose Lateral Amiotrófica, nos humanos.

O Boxer, infelizmente, está na lista das raças que estão mais predispostas a ser afetadas pela doença, tal como o Pastor-Alemão, Golden Retriever, Husky Siberiano, entre outras. Felizmente, ela não causa dor.

Para prevenir seu possível sofrimento com dificuldade de locomoção, foi desenvolvida uma cadeira de rodas Custom, nosso modelo idealizado especialmente para pets com deficiência nos membros posteriores. Elas são anatômicas, feitas sob medida, personalizadas e, no caso do Potter, possui também um dos aspectos mais importantes: resistência (ele tem 40 kg!).

Com a clássica utilização de um programa de computador para fazer o molde perfeito ao seu corpo, produzimos esta cadeira de rodas pensando na necessidade que ele terá de utilizá-la para o resto da vida, portanto, todos os aspectos acima citados foram essenciais para fazer o melhor para a saúde deste grande guardião.

Confira neste link este belo cão caminhando com sua tutora!

Cadeira de Rodas Torácica 3D

Cadeira de Rodas Torácica 3D

Os cães da raça Yorkshire surgiram no no Norte do Reino Unido, no século XIX. Ele tem uma aparência notável, com seus olhos escuros brilhantes, orelhas pontiagudas e pelagem longa e lisa, é conhecido por ser um “gigante num corpo pequeno”, pois mesmo com seu pequeno porte e média de 4kg, enfrenta animais maiores que ele, destemidamente.

Eles são animais extremamente companheiros e exploradores. Apesar de ser a escolha da maioria dos tutores que moram em apartamentos, eles são bastante enérgicos, correndo e brincando constantemente por todos os lados.

Justamente por conta de seu comportamento enérgico que a Mel sofria constantemente, talvez ainda mais que animais de outras raças, na mesma condição. Tendo seu membro anterior direito amputado completamente, sua capacidade de locomoção era de grande dificuldade, além de ter um depósito de sobrecarga em seu outro membro.

Por conta disso, seus tutores nos contataram para encontrar a melhor solução para a pequena Mel. Foi desenvolvida, então, uma cadeira de rodas torácica, moldada de acordo com sua necessidade e personalizada para ficar ainda mais linda.

Confira neste link a mobilidade devolvida a essa Yorkshire tão querida!

Curiosidade: os Yorkshires adoram nadar! Sempre com cuidado, auxílio do tutor e sem exposição à baixas temperaturas.

SRD Jiraya com Prótese 3D

SRD Jiraya com Prótese 3D

Os SRDs, popularmente definidos como vira-latas, são animais – nesse caso, os cães – mestiços, combinação de duas raças ou até mesmo os que se assemelham com uma certa raça, mas não possuem nenhuma classificação. Eles tendem a ser mais adaptáveis (por serem, em sua maioria, adotados em condições adversas), a ter menos problemas hereditários e, diferentemente dos cães de raça, menos exposição a doenças típicas da genética.

Os cães de raça são adquiridos pelos adotantes, geralmente, por terem um temperamento e comportamento previsíveis. Os SRDs são justamente o contrário: apenas com a convivência e observação de seus atos é possível descobrir seus trejeitos e peculiaridades.

Deve ser exatamente por esse fato que, nós, brasileiros – lindo povo miscigenado! – gostamos tanto deles. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Qualibest concluiu que vira-latas são os preferidos no Brasil, sendo eles 41% da população canina nas residências e, dentro desse número, 33% são resgatados diretamente das ruas.

A Jiraya, animal SRD, teve parte de seus dois membros posteriores amputados, mais precisamente na metade do metatarso. Por conta disso, sua capacidade de andar, correr e passear ficou limitada e dificultosa, gerando até mesmo feridas no local que tinha atrito com o chão.

Pelo amor ao seu animal, a tutora da Jiraya nos contatou para o desenvolvimento de próteses para os dois membros. Após o processo padrão de molde computadorizado, elas foram desenvolvidas com conforto,  beleza e personalização, contendo até mesmo o nome dela!

Após longos dias e noites sem a mobilidade adequada, a Jiraya voltou a caminhar, correr e passear alegremente – especialmente na praia que ela adora!

Confira esses momentos de felicidade para a Jiraya e sua tutora neste link.

Curiosidade: os cães sem raça possuem o olfato mais aguçado, conseguindo sentir, diferentemente dos humanos, os aromas separadamente e não como um todo!

Pinscher Cacau com Órtese 3D

Pinscher Cacau com Órtese 3D

Especialistas consideram que o Pinscher surgiu na Alemanha antes mesmo da Primeira Guerra Mundial, procriando em outros países e continentes posteriormente.

Foi apelidado em seu país de origem como, hilariantemente, anão mordedor (Zwergpinscher), mas mundialmente sendo conhecido por ter uma energia inesgotável e um latido bastante característico.

Apesar de seu pequeno tamanho (em média 30 cm de comprimento e 6kg), é um excelente guardião, estando sempre atento e perceptivo em relação a tudo que se passa ao seu redor. Seu temperamento é marcante: são corajosos, curiosos e apegados a quem convive diariamente com eles.

A pequenina Pinscher Cacau não seria diferente! Após sofrer uma fratura no membro anterior direito, seus ossos se calcificaram de maneira incorreta, fazendo com que seu membro ficasse torto e, consequentemente, causasse problemas de locomoção, dores e, principalmente, e afetasse sua qualidade de vida.

A órtese, conhecida também por ortótese, é um dispositivo aplicado externamente no membro, com objetivo de modificar a função ou estrutura do sistema muscular ou esquelético, visando atingir alguma vantagem mecânica ou ortopédica. No caso da Cacau, ela seria utilizada para que os ossos calcificados não entortassem seu membro ainda mais.

Nós da Pineal 3D, assim como em todos os casos, nos dedicamos a compreender o caso da Cacau, desenvolver uma prévia do molde da órtese no sistema computadorizado e poder devolver a ela a felicidade de viver plenamente, novamente, em todos os aspectos.

Seu abanar de rabo e brilho nos olhos de ter uma patinha saudável podem ser vistos neste link.

Curiosidade: essa raça se destacou, devido ao seu tamanho compacto e agilidade, por ser um talentoso caçador de roedores!

Pineal 3D no ENPE 2021 3° ENCONTRO NACIONAL DE PETS ESPECIAIS

Pineal 3D no ENPE 2021 3° ENCONTRO NACIONAL DE PETS ESPECIAIS

A equipe organizadora do Encontro Nacional de Pets Especiais se reúne pelo terceiro ano consecutivo para realizar mais uma edição do maior evento feito para os amantes, tutores e admiradores dos Pets Especiais. Trazer visibilidade aos animais com deficiência é o nosso objetivo: ajudando os tutores a trocarem experiências, produzindo maior conscientização para adoção especial, diminuindo o preconceito, o abandono e as eutanásias desnecessárias.

[Pensamos com todo carinho e cuidado para seguirmos seguros durante a pandemia de COVID-19, por isso todos os participantes terão a sua temperatura controlada na entrada, precisarão obrigatoriamente usar máscara e limitaremos a quantidade de ingressos no evento. O espaço é amplo e ventilado, com álcool gel à disposição de todos. Em caso de sintomas, não compareça ao evento e busque a opinião médica]

PROGRAMAÇÃO:

(12:00h) Abertura do Evento

(14:00h) Palestra: “Tudo que um tutor precisa saber sobre a infecção urinária e esvaziamento de Bexiga em Pets com deficiência” com as médicas veterinárias Dra Thessa Petersen e Dra Egle de Moura Pelegrini | Sobre o Projeto Cão de Rodinhas e Projeto Rodinhas para Todos | Avisos sobre o estudo UFRJ e NAUS-VET sobre “Bactérias multirresistente de pets especiais” com Luana Jotha.

(15:00h) Concentração para o Desfile

(15:15h) Desfile de fantasias: TEMA “FUNDO DO MAR” (participação gratuita, premiação e vagas limitadas *)

(16:00h) Fotografia oficial do evento

(16:15h) Palestra: “Lixo Pet também chega no mar” com a bióloga Pâmela Toledo | Sobre o projeto Fórmula do Bem | Avisos Fórmula Animal

(o dia todo) – Expositores + Food Truck

(o dia todo) – Lojinha de arrecadação para: ENPE 2022, Projeto Cão de Rodinhas e Rodinhas para Todos

(o dia todo) – Pescaria (com brindes incríveis)

(o dia todo) – Arrecadação de doações (fraldas infantis e geriátricas, tapetes higiênicos, lenços umedecidos,…) para Projeto Cão de Rodinhas e Rodinhas para Todos + Tampinhas para Projeto Cãodeirante.

(o dia todo) – Coleta (voluntária) de urina via Cistocentese para Estudo UFRJ e NAUS-VET “Bactéria multirresistente em pets especiais” com com médicos veterinários.

* Após efetuar a compra do seu ingresso, você receberá um e-mail com o link e orientações sobre como se inscrever para participar do Desfile de fantasias.

ARRECADAÇÃO DE DOAÇÕES: Teremos ponto de coleta para doações de fraldas infantis e geriátricas (todos os tamanhos), lenços umedecidos, tapete higiênico e ração para ajudar pets com deficiência que estão sob cuidados de protetores independentes.

PRESENTE AOS PARTICIPANTES <3: Ao efetuar a sua inscrição você automaticamente ganha um exemplar da “Cartilha de Cuidados do Pet com Deficiência” para você cuidar ainda melhor do seu pet, solicite a sua na entrada do evento.

PARTICIPE DO ESTUDO CIENTÍFICO: A bióloga Luana Jotha, através da universidade UFRJ, junto de equipe de médicos veterinários, estará realizando um estudo científico sobre bactérias do trato urinário de pets com deficiência. Em uma sala privativa ocorrerá a coleta voluntária de amostra de urina. A sua participação colaborará para melhorias nos tratamentos dos nossos pets com deficiência que tanto sofrem com infecções urinárias com frequência.

EXPOSITORES: Teremos diversos expositores apresentando seus produtos, distribuição de brindes e também uma lojinha que arrecadará valores para o Projeto Cão de Rodinhas e Consórcio Rodinhas para todos.

ESTACIONAMENTO: O evento não conta com estacionamento próprio, sugerimos o uso do estacionamento (pago) do Hotel Travel Inn Ibirapuera, localizado ao lado do local do ENPE.

Cadeira de rodas para pets: porque dar uma para seu amigão

Cadeira de rodas para pets: porque dar uma para seu amigão

Cadeira de rodas para pets é um dispositivo que pode oferecer muitas vantagens para seu amigão ter maior liberdade e qualidade de vida dentro e fora de sua casa. 

Ela tem múltiplas funções, podendo ajudar animais com paralisia, artrite, dor, displasia de quadril, fraqueza nos membros, problemas na coluna. Também podem ser indicadas para recuperação de cirurgias, por exemplo. 

As cadeiras de rodas para pets podem ser usadas para membros posteriores ou dianteiros. Até mesmo animais que precisam de suporte para todos os quatro membros, podem usar esse dispositivo. 

Mas, claro, existem dois cuidados essenciais para que esse acessório garanta todos os benefícios esperados, sem causar danos à saúde do pet:  

Ser desenvolvido por profissionais da área veterinária. Afinal, somente um profissional habilitado, que conhece a anatomia animal, pode avaliar a situação e determinar se ele está apto a usar o dispositivo.  

Cabe ao médico veterinário, também determinar as características do dispositivo a ser usado. Por isso, a Pineal 3D conta com equipe veterinária no desenvolvimento das cadeiras de rodas. 

Após verificar as condições do pet, os especialistas acompanham o desenvolvimento do projeto personalizado. Também está presente na etapa de adaptação, tudo isso para garantir o bem-estar e o conforto que o seu amigo precisa. 

O outro cuidado básico é usar tecnologia moderna, como a impressão 3D, que produz dispositivos muito mais leves e apropriados.  Em contrapartida, equipamentos improvisados não costumam ser muito confortáveis e podem até machucar seu amigo querido. 

Seguindo esses dois pontos, você vai ver que uma cadeira de rodas para pets é o melhor presente que seu filho de quatro patas pode ganhar. Sem contar que você vai poder curtir passeios incríveis ao lado dele. 

Para não ficar nenhuma dúvida de todas as vantagens que ela tem a oferecer para pets com deficiência, veja nossa lista com 5 motivos para dar um dispositivo de qualidade ao seu amigão.

1. Cadeira de rodas para pet dá mais liberdade e qualidade de vida

Cães e gatos, assim como outros animais de estimação, gostam de explorar o ambiente, se movimentar, brincar. 

Também gostam de sair de casa para aquele passeio gostoso onde podem sentir odores, ver o movimento, correr… 

A cadeira de rodas para pet é o acessório perfeito para que ele tenha essa rotina saudável e que deixa seu amigo muito mais feliz.

2. Possibilita que o pet se exercite e fique saudável

Um pet com deficiência precisa se exercitar para manter o peso ideal, bem como garantir que os membros ativos fiquem fortes e saudáveis.  

Além disso, uma boa caminhada também impede que seu peludo fique entediado, melhora a qualidade do sono e estimula o intestino lento. 

3. Maior bem-estar psicológico? A cadeira de rodas para pet colabora muito!

Animais que adquirem a deficiência ao longo da vida, isto é, não nasceram com essa condição, precisam se adaptar à nova vida. 

E, claro, no começo, perder a mobilidade pode gerar desconforto emocional no peludo.  

No entanto, com uma cadeira de rodas para pet ele poderá manter sua rotina o mais próxima possível do que era antes da limitação. Isso faz toda diferença para o bem-estar psicológico do animal. 

Desse modo, ele se mantém ativo, feliz e sem interferência no apetite e outros hábitos.

4. Permite que o pet especial brinque com outros animais

A socialização é muito importante. E a cadeira de rodas para pet também tem o benefício de permitir que seu amigo especial interaja, brinque com outros animais de estimação que você tenha em casa. 

Contudo, para isso acontecer é preciso: 

  • Familiarizar os outros pets com a cadeirinha, procedimento parecido com o que você faria se levasse um novo animal de estimação para casa e já tivesse um amigo vivendo com a família; 
  • Manter todos os pets seguros, supervisionando a interação e observando sinais que mostrem se a situação está agradável para todos; 
  • Ao final da etapa de adaptação dos pets, eles devem desfrutar dessa socialização, mas sempre com supervisão. 

5. Deixa o tutor mais feliz

Como ficar bem se nosso amigo tão querido não está vivendo com a alegria e liberdade que ele merece?  

Exatamente por isso, fechamos essa lista com motivos para adquirir cadeiras de rodas para pet com um benefício que é para os tutores.  

E o que poderia ser melhor do que a indescritível alegria de ver seu filho peludo com liberdade para passear e se divertir? E, ainda, de se exercitar, interagir com outros animais e se manter saudável? 

Só mesmo poder curtir todas essas boas experiências ao lado dele, criando momentos inesquecíveis. E que nunca sairão de sua memória! 

Agora que você conhece os motivos para adotar cadeira de rodas para pets, conheça nossos Cases de Sucesso e veja como estamos transformando a vida de muitos peludos – e de seus tutores. Confira e encante-se: 

HISTÓRIAS DE PETS FELIZES 

Pets com deficiência e 5 mitos que você precisa conhecer

Pets com deficiência e 5 mitos que você precisa conhecer

Pets com deficiência e 5 mitos que você precisa conhecer 

Pets com deficiência física são tristes? Afinal, eles podem sair de casa ou devem ficar quietinhos e protegidos em seu canto? 

Se você tem estas e outras dúvidas, este artigo é para você. Nele, nós vamos esclarecer alguns mitos que rondam a vida dos animais que possuem algum tipo de dificuldade física.  

Acompanhe! 

Avanços da medicina veterinária garantem maior qualidade de vida aos pets com deficiência 

Existem muitos motivos para um animal ter algum tipo de problema físico – aliás, podem ter mais de um. Entre eles os mais comuns são: 

  • Problema genético; 
  • Doenças; 
  • Acidentes; 
  • Maus tratos. 

Além disso, a medicina veterinária evoluiu muito, oferecendo maior expectativa de vida aos animais. E, assim, com o avanço da idade, é comum que alguns deles tenham problemas variados como, por exemplo, perda de audição e visão. 

Até pouco tempo, quando mudanças afetavam o corpo do animal de estimação, bem como suas atividades diárias, a eutanásia era uma saída comum. A ideia era poupar o bichinho de sofrimentos. 

Porém, com os avanços dos tratamentos veterinários, descobrimos como manter os pets com deficiência confortáveis, saudáveis e com qualidade de vida. 

Para isso, além de muito amor para esses seres especiais, precisamos eliminar alguns mitos que atrapalham a visão real sobre a deficiência animal.  

Essa distorção pode levar a decisões precipitadas, e equivocadas, como optar pela eutanásia. Também pode impedir que tutores adotem pets especiais, deixando de curtir os prazeres que só a companhia de um amigo peludo pode oferecer. 

Observe a seguir alguns desses mitos!  

Mito 1: Pets com deficiência são todos iguais 

Existem vários tipos de deficiência, das mais simples às mais complexas e, claro, cada caso é um caso. 

Cada uma delas exige um tipo de cuidado e interfere de um modo diferente na vida do animal e do seu tutor. 

De toda forma, é importante conversar com um veterinário para entender do que se trata e como vai interferir no cotidiano do pet. Além disso, saber quais os cuidados que precisam ser adotados para conforto e bem-estar do animal. 

Seja como for, é importante que o tutor conheça as peculiaridades de cada deficiência para lidar melhor com elas. 

Mito 2: Pets com deficiência são tristes 

É natural que toda deficiência exija adaptação do animal, especialmente quando ela é adquirida. 

Contudo, pets com deficiência não carregam sentimentos como culpa ou revolta em relação à sua situação. Da mesma forma, não ficam pensando como seria sua vida se não tivessem a limitação. 

Tão logo consigam se adaptar à sua condição física, ficarão bem. Ou seja, se receberem amor, forem bem cuidados e não sentirem dor, sentirão e demonstrarão alegria! 

Mas, lembre-se: seu papel, como tutor, é essencial nesse processo. 

Mito 3: Pets com deficiência não gostam de brincar ou passear 

A ideia de que um animal com mobilidade limitada é sinônimo de um indivíduo apático, inativo e de baixa interação é totalmente errônea. Como também é equivocado o pensamento de que um pet com deficiência vai privar a família de passeios e interações com outros animais!  

Com os avanços na área da saúde e bem-estar pet, por que os animais especiais ficariam de fora?  

Atualmente existem próteses, cadeiras de rodas, colchões específicos… tudo para prover o máximo de conforto e independência para o pet que precisa de cuidados. E, assim, eles podem sair, interagir e ser muito, muito felizes. 

Aliás, o passeio é uma atividade física importante. E os pets com deficiência precisam disso para estimular os sentidos.  

Por exemplo, um pet cego não verá a paisagem, mas vai ouvir sons e sentir cheiros diferentes. Ou, ainda, pisar em texturas variadas, estimulando o tato. 

O mesmo se dá com um pet surdo ou com um pet que não tem uma patinha ou é paraplégico.  

Inclusive, nesses dois últimos casos, usando prótese ou cadeirinha de rodas, os animais poderão passear normalmente. 

Mito 4: Pets com deficiência geram muitos gastos ao tutor 

Novamente, cada caso é um caso. Dependendo da deficiência, o tutor só precisa levar o pet ao veterinário com a frequência normal de qualquer outro animal de estimação. 

Em alguns casos, é preciso investir em algumas adaptações na casa, como colocação de portão para evitar acidentes na escada, por exemplo. 

Em outros, o gasto pode envolver alguns itens de uso contínuo como fraldas. Enfim, quando você já sabe todas as particularidades das patologias e limitações, é pouco provável que seus gastos sejam muito maiores do que o previsto. 

Além do mais, até mesmo um bichinho jovem e saudável implica riscos. Afinal, nenhum animalzinho vem com selo de garantia para você ter certeza de que ele nunca dará gastos além da vacinação anual e a comidinha diária.  

Mito 5: O uso de dispositivos para locomoção agrava o quadro de pets com deficiência 

Esta afirmativa é um mito quando os equipamentos são de qualidade e desenvolvidos com supervisão de médicos veterinários. Contudo, pode ser verdade quando falamos de modelos improvisados. 

Na Pineal 3D, por exemplo, as cadeirinhas de roda e as próteses são criadas com base nas necessidades de cada animal. Além de personalizado, o projeto conta com a supervisão de profissionais de medicina veterinária, desde a elaboração até a adaptação do pet com deficiência. 

Adquirindo nossos produtos inovadores feitos com tecnologia 3D e seguindo as orientações de nossa equipe especializada, você vai garantir os melhores dispositivos do mercado.  

Muito mais leves, duráveis e bonitos, os dispositivos da Pineal 3D foram feitos para garantir maior qualidade de vida a pets com deficiência. Entre em contato e saiba mais! 

QUERO MEU PET FELIZ! 

Como cuidar da cadeira de rodas para pets

Como cuidar da cadeira de rodas para pets

Para um animal com deficiência ter uma cadeira de rodas para pets, desenvolvida por profissionais e com tecnologia moderna, significa liberdade para se locomover, correr, brincar… 

Contudo, um dispositivo tão importante na vida de seu filho peludo não pode ser largado em um canto. É preciso cuidados para que ele tenha maior vida útil e continue a dar muitas alegrias para seu pet. 

Aqui na Pineal 3D somos especialistas em desenvolver cadeira de rodas para pets deficientes. Cada projeto é personalizado ou customizado, mediante as necessidades do animal atendido. 

Produzidas com impressão 3D, nossas cadeirinhas não têm nenhuma peça improvisada. Assim sendo, cada item é único, criado para aquele dispositivo! 

Robustos, esses dispositivos, foram desenvolvidos para durarem muito tempo. Mas, apesar disso, é preciso alguns cuidados específicos. 

Por isso, pedimos aos nossos especialistas para fazerem uma lista com os principais cuidados que você, tutor, precisa ter com a cadeira de rodas para pets.  

Siga na leitura e confira essas dicas infalíveis. Seu amigo querido agradece! 

Benefícios da cadeira de rodas para pets 

Caso você ainda tenha dúvidas se um dispositivo desenvolvido com a tecnologia adequada, por uma equipe especializada, é mesmo uma boa ideia, então, seu bicho tem sorte em ter você. 

Afinal, significa que você se preocupa com ele. Nós também temos essa preocupação, por isso cada etapa do projeto é acompanhada e aprovada por nossos médicos veterinários, especialista em dispositivos 3D.  

Inclusive, se tiver alguma dúvida, elas serão respondidas por nossa experiente equipe. 

Após saber que pode contar com todos esses cuidados tão importantes, é bom que você conheça os principais benefícios proporcionados pelo uso de uma cadeira de rodas para pet que tenha qualidade – como as da Pineal 3D. Acompanhe: 

  1. Promove maior independência ao animal; 
  1. Evita o surgimento de lesões ocasionadas pelo hábito de se arrastar pelo chão; 
  1. O pet tem liberdade para passear e, assim, faz atividade física e evita obesidade; 
  1. Possibilita benefícios psicológicos, em função do bem-estar que a liberdade e os passeios oferecem; 
  1. Uma cadeira de rodas para pet também evita o estresse de ficar parado, preso em um só local. 

Para colher todos esses benefícios, porém, é preciso ter um dispositivo de qualidade e seguir as orientações de uso. Entre eles, o tempo de uso diário e os exercícios associados para evitar lesão e/ou evitar agravamento do quadro clínico. 

5 dicas para cuidar bem da cadeira de rodas para pets 

Assim como qualquer outro produto, a cadeira de rodas para pet terá maior durabilidade se você seguir alguns cuidados básicos para sua preservação.  

Relacionamos os 5 principais a seguir: 

  1. Evite deixar sua cadeira exposta

Alguns tutores deixam a cadeira de rodas do pet em locais úmidos ou, então, ambientes com grande incidência solar. Contudo, essa atitude prejudica a vida útil desses equipamentos.  

Por isso, guarde a cadeira de rodas para pets em locais arejados e protegidos das intempéries – veja alguns cuidados para deixar sua casa segura para seu pet. 

  1. Tenha cuidados extras com a manutenção

A manutenção das cadeirinhas de rodas para pets é um fator essencial para que elas possam ser usadas de modo adequado e, também, tenham maior durabilidade.  

Além disso, é importante deixá-las sempre limpas, livre de poeiras e outras substâncias. Nesse sentido, até mesmo o próprio pelo dos pets, pode penetrar nas rodas, reduzindo a qualidade desses equipamentos. 

Confira algumas providências importantes para manter a cadeira de rodas para pet funcionando bem: 

  • Faça a limpeza com um pano úmido e álcool; 
  • Não lave o dispositivo com frequência; 
  • Lubrifique rolamentos e eixos devem ser lubrificados de acordo com a recomendação do fabricante. 

Como resultado desses cuidados, a cadeirinha para pets vai durar muito mais e seu amigo vai poder desfrutar de seus muitos benefícios! 

  1. Carregue seu kit de ferramentas sempre que sair com a cadeiras de rodas para pets

Não adianta: todo equipamento pode apresentar algum tipo de falha. Ainda que você reduza essa possibilidade, com os cuidados certos, pequenos defeitos podem acontecer. 

Por isso, tenha sempre um kit com ferramentas básicas. Assim, você poderá efetuar reparos simples como ajustar um parafuso ou porca. 

Desse modo, você evita surpresas que atrapalhem o momento de lazer – seu e de seu pet. 

Ah, sim. Se for preciso, acione manutenção especializada! 

  1. Atenção aos sinais de que algo não vai bem com a cadeira de rodas de seu pet

Ninguém melhor do que o tutor para conhecer a cadeirinha do pet. Sendo assim, acompanhe detalhes como barulhos, folgas na roda ou alterações na estrutura. 

Se perceber qualquer sinal de que algo não vai bem, contate a assistência técnica especializada. Quanto antes você resolver o problema, melhor! 

  1. Cuidado por onde anda a cadeirinha para pets

Sim, cadeiras de rodas para pets que têm qualidade, são resistentes. No entanto, isso não significa que você deva levá-la para qualquer lugar. 

Solos barrentos ou argilosos, por exemplo devem ser evitados. Da mesma forma, cuidado com a areia, afinal, as partículas muito finas podem entrar e danificar as engrenagens. 

Ou seja, antes do passeio, avalie bem o local! 

Agora que você conhece os benefícios e sabe como cuidar desse dispositivo, que tal conhecer melhor toda a tecnologia que envolve a cadeira de rodas para pets da Pineal 3D? 

Fale com nossos especialistas e surpreenda-se com a qualidade e durabilidade: 

FALAR COM ESPECIALISTAS 

 

English
Portuguese
Spanish