As atividades físicas para pets com deficiência são tão importantes que é uma das condições básicas para seu amigão viver bem. Com saúde e alegria. 

Isso mesmo: exercícios físicos, mesmo os mais simples, deixarão seu pet feliz. Especialmente se a prática contar com a sua companhia. 

Aliás, dependendo da atividade, você também se beneficiará dessa prática. 

Então, xô preguiça! E em seu lugar, mais disposição e qualidade de vida. 

Benefícios dos exercícios físicos regulares para os animais de estimação 

Praticar atividade física é essencial para a saúde dos pet. Tanto que essa prática regular oferece muitos benefícios ao animal. Entre eles, podemos destacar: 

  • O momento de prática de exercícios pode ser uma importante oportunidade para socialização; 
  • Fortalecimento dos ossos, músculos e articulações, garantindo um envelhecimento mais saudável com aptidão para atividades cotidianas;
  • Quando a prática é regular, há uma melhora na capacidade cardiorrespiratória, dando mais fôlego ao pet; 
  • Atividades físicas para pets com deficiência ajudam a manter o peso ideal do peludo, o que é muito importante para evitar sobrecarga e agravamento do quadro clínico; 
  • Combate o estresse e a depressão, bem como deixa o bichano mais feliz, em função do prazer que a atividade oferece; 
  • A prática de exercício estimula a capacidade de reação dos pets, ampliando sua concentração e atenção. O que também é ótimo para atender comandos dos tutores com mais facilidade. 

Outro ponto importante é que os exercícios físicos têm efeito ainda maior quando associados a uma boa alimentação. 

Cuidados que envolvem as atividades físicas para pets com deficiência 

Assim como acontece com os seres humanos, as atividades físicas para pets com deficiência precisam de regularidade para surtirem efeitos positivos.  

Ou seja, se você deseja que seu amigo conquiste todos os benefícios de uma vida ativa, precisa garantir que os exercícios sejam frequentes. E, obviamente, adequados ao estado e às necessidades do pet. 

Assim sendo, o recomendado é iniciar de forma leve, evitando períodos em que a temperatura esteja muito alta e a umidade do ar muito baixa. O que ocorre em alguns períodos do ano, em algumas cidades. 

Também é muito importante garantir a hidratação do animal, especialmente em dias de maior calor. 

tempo de duração da atividade é variável. Para alguns cães e gatos, um passeio de poucos minutos já é suficiente para ficarem felizes e gastarem energia. Outros precisam de mais tempo e atividades. 

porte e a idade do animal interferem nessa necessidade. De modo geral, quanto menor e mais velho, menor é o tempo para se exercitar – e vice-versa. 

Claro que o tipo de deficiência do pet também precisa ser considerado, por isso, o ideal é conversar com o veterinário de seu peludo antes de começar a exercitá-lo. 

Por fim, outro cuidado importante é, na medida do possível, diversificar os tipos de exercícios praticados. Isso porque, além de movimentar o corpo, algumas atividades conseguem trabalhar a parte sensorial e a socialização do animal. 

Sugestões de atividades físicas para pets com deficiência 

Além das vantagens para a saúde, uma rotina de exercícios também favorece as emoções. Afinal, os pets estarão ao lado de seus tutores, desfrutando de momentos felizes e estreitando ainda mais a relação entre ambos. 

Se você está em dúvidas sobre quais os tipos de exercícios físicos que seu filho peludo pode praticar, confira 3 sugestões que são fáceis de serem executadas. E que não vão causar nenhum problema ao seu pet especial.

1. Alongamentos

Essa é uma daquelas atividades físicas para pets com deficiências que rende bons momentos entre você e seu bichano. 

Alongamentos diários fortalecem a musculatura do animal, sendo essencial para cães e gatos que não movimentam ou fazem força em membros paralisados. 

É simples: coloque o pet deitadinho, pegue as patinhas e estique ao máximo, mas com delicadeza. Segure-as nessa posição por cerca de 20 segundos.  

Repita algumas vezes e aproveite para curtir aquela carinha linda que está olhando para você com tanto carinho.

2. Caça ao tesouro (mas pode chamar de comida)

Para os animais, a hora da comida é uma delícia. E pode ficar ainda melhor se você espalhar alguns petiscos ou parte da ração em alguns esconderijos para seu pet ter que procurar. 

Trata-se de uma forma de estimular o faro, além de ser uma brincadeira gostosa. Concilie o nível de dificuldade com as possibilidades de seu pet buscar o prêmio sem precisar se esforçar mais do que pode.  

No começo deixe a comida em locais mais fáceis de serem encontrados. Depois pode ir dificultando um pouco mais, porém sempre garantindo segurança para ele.

3. Passeios ao ar livre – uma das melhores atividades físicas para pets com deficiências

Não importa qual o tipo de deficiência que seu filho tem. Passeios são muito importantes para ele porque é um exercício seguro e completo que explora mais de um sentido.  

Por exemplo: parte tátil ao pisar em diferentes texturas, audição, visão, olfato. 

Se o pet for cego, vai gostar de usar a audição para identificar diferentes sons e sentir novos odores, por exemplo. Se for surdo, poderá estimular a visão e o olfato. 

Caso não tenha um membro, ou mesmo se ele for paraplégico, o passeio também será uma delícia. Especialmente, se usar uma prótese ou cadeirinha de rodas feita sob medida para ele. 

Na Pineal 3D, adotamos a tecnologia 3D para desenvolver dispositivos que atendem as necessidades e características de cada animal 

Durante todo o processo, médicos veterinários acompanham o projeto, garantindo os devidos cuidados com a saúde do pet. 

O resultado são dispositivos leves, confortáveis e que devolvem a liberdade ao animal deficiente 

Durabilidade, qualidade e segurança são a marca da Pineal 3D. Assim, dê ao seu peludo o acessório certo, escolha um local agradável e curta uma caminhada na companhia desse ser que você tanto ama. E que te ama muito também! 

Viu só como é possível realizar atividades físicas para pets com deficiências e, ainda, passar momentos agradáveis ao lado de seu amigo amado?  

Continue acompanhando nosso Blog com informações para você e seu pet especial curtirem a vida ao máximo. Para começar, sugerimos a leitura do artigo:

 

CADEIRA DE RODAS PARA PETS: 
PORQUE DAR UMA PARA SEU AMIGÃO

English
Portuguese
Spanish
× Como posso te ajudar?